Diário da Manhã: Deusmar ameaça Jardel de morte

Captura de Tela 2014-11-27 às 05.24.25

Presidente da Câmara Municipal diz impropérios sobre Jardel Sebba e afirma que vai dar “um tiro” na cabeça dele. Deusmar Barbosa é presidente há oito anos

DIÁRIO DA MANHÃ
HÉLMITON PRATEADO DA EDITORIA DE POLÍTICA&JUSTIÇA

O presidente da Câmara Municipal de Catalão, vereador Deusmar Barbosa (PMDB), ameaçou de morte o prefeito da cidade, Jardel Sebba (PSDB). Em uma conversa com a vereadora Regina Félix (PSDB) ele teria dito que vai “dar um tiro na cabeça” do prefeito e dirigiu algumas ofensas a Jardel.

O áudio foi divulgado no blog Diante do Fato, editado pelo bloqueiro Thiago Silva e circula, desde terça-feira, nas redes sociais com amplo acesso pela população. No diálogo travado entre Deusmar Barbosa e a vereadora Regina Félix o presidente pergunta a ela quais seriam os comentários dos vereadores sobre a presidência. “Regina como é que está (sic) a ideia desse povo aí”, questiona ele, acrescentando ser sobre os vereadores da cidade.

A tucana Regina, que não tem uma convivência muito harmônica com o prefeito Jardel Sebba, figurando mais junto da oposição, relata o que está sendo dito sobre Deusmar Barbosa e sobre sua gestão à frente da Câmara. Inicialmente ela tenta desconversar dizendo que não teria muito contato e que está mais “na rua”, fato rebatido por Deusmar, sob a justificativa que ela saberia sim. “Cê (sic) sabe, sim. Cê teve reunião com eles das nove e meia a uma e meia”.

Regina resolveu abrir o jogo quando outra pessoa recomenda: “Conta pra ele”. A vereadora narra que “o pessoal” (na prefeitura) estaria dizendo que seriam investigados os contratos considerados suspeitos da Câmara Municipal e que o presidente Deusmar Barbosa seria cassado por conta de irregularidades descobertas em sua gestão. A vereadora narra ainda que o prefeito Jardel Sebba teria dito que “não gostaria de cassar ninguém”, principalmente porque o vereador foi eleito pela população, “mas que na situação que está não pode ficar e que quem tem que decidir é a Câmara”.

Ira

A advertência do prefeito foi no sentido de que quem tem de decidir são os vereadores e pedir para que o presidente Deusmar Barbosa renuncie e que “isso seria o melhor a ser feito”.

Diante do relato de Regina o presidente Deusmar Barbosa esbraveja e já falando alto se refere ao prefeito Jardel Sebba como “um vagabundo, um safado” e fez a ameaça direta: “Eu vou é matar ele, vou dar um tiro na cabeça dele pra ele virar homem, aquele safado sem vergonha.”

O áudio divulgado é interrompido nesse momento e não é possível precisar o que ocorreu depois e nem se o vereador prosseguiu com seus impropérios.

Registro

O prefeito Jardel Sebba registrou ocorrência sobre a ameaça e pediu para que sejam tomadas providências sobre a conduta do vereador Deusmar Barbosa. “O último prefeito que não pertencia ao grupo desse pessoal aí, Eurípedes Três Ranchos, morreu assassinado e eu não quero ser mais uma estatística”, comentou Jardel.

As irregularidades que pesam sobre Deusmar Barbosa são investigadas pelo Ministério Público e dizem respeito a contratos suspeitos realizados por sua gestão. Deusmar é presidente da Câmara pela quarta vez, sendo reeleito sucessivamente para o comando do Legislativo há oito anos.

Sob sua gestão a Câmara firma contratos para “prestação de serviços de apoio administrativo de assistente de plenário para supervisão dos serviços necessários à realização de sessões e eventos solenes da Câmara Municipal”. Para esse tipo de serviço foram feitos pagamentos de R$ 16 mil ao longo do ano de 2013. Há outros contratos como “criação, elaboração e formação de layout para anúncio institucional da Câmara”, com pagamentos sucessivos de R$ 5.900 até totalizar R$ 29.500.

A reportagem procurou o vereador Deusmar Barbosa para se pronunciar sobre o fato. Ele não atendeu as ligações em seu celular (64) 9984-XXXX nem retornou aos chamados.

Com 5 derrotas no lombo, oposição beija a lona e vive o seu momento de maior desorientação em Goiás (desde 1998)

fiasco-oposicao-620x450

Desde 1998, quando Marconi Perillo venceu Iris Rezende pela primeira vez, a oposição em Goiás já contabiliza 5 derrotas em eleições estaduais.

Entretanto, a deste ano, quando Marconi mais uma vez venceu Iris (pela terceira vez), parece ser a pior e a mais acachapante de todas.

Marconi ganhou com a maior vantagem dentre todas as eleições para governador que disputou. A oposição – Iris, Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide – fez campanha amadora, sem apoios expressivos, sem propostas, sem estrutura, sem nada, enfim. Um fiasco sem tamanho.

O resultado é um estado de completa desorientação que tomou conta de partidos como o PMDB, o PT e o PSB – as principais pontas de lança da oposição em Goiás. Ninguém sabe o que fazer, o que dizer, como se movimentar, qual rumo tomar. Não há autocrítica ou sequer admissão dos erros cometidos. Nada.

A oposição beijou a lona. Não acabou, mas… dá até a impressão de que está perto da extinção.

Fonte; Goiás 24Horas

Era de desmandos e corrupção de Deusmar Barbosa (PMDB) na Câmara de Vereadores de Catalão próxima de chegar ao fim

Captura de Tela 2014-11-05 às 10.03.43

A base do prefeito Jardel Sebba fechou questão e por consenso registrou chapa para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Catalão.

O acordo entre os nove vereadores que apoiam Jardel vai colocar fim à era de desmandos e corrupção de Deusmar Barbosa (PMDB) no Legislativo catalão.

Na gestões de Deusmar, a Câmara foi palco de sucessivos escândalos e acabou alvo de dezenas de representações por improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público.

A chapa da base aliada de Jardel é encabeçada pelo vereador Juarez Rodovalho (DEM). Silvano Batista (PR) é o vice-presidente. Aurélio (PP) e Pedrinho (PSD) completam a chapa como 1º e 2 º secretários respectivamente.

Semelhante ao caso Gomide, Adib Elias pode perder mandato de deputado estadual

b2ap3_thumbnail_Encontro-do-PMDB1

Matéria publicada na edição desta terça-feira, 4, no jornal Diário da Manhã:

A mudança de entendimento da Justiça Eleitoral, que agora considera como incursos na Lei da Ficha Limpa os candidatos a cargos eletivos com contas de gestão consideradas irregulares pelos Tribunais de Contas dos Municípios, não atinge somente Antônio Gomide (que teve o seu registro indeferido pelo TRE), mas também o deputado estadual eleito Adib Elias (foto), do PMDB.

Até então, predominava a tese de que somente a aprovação ou a reprovação do Poder Legislativo, para as contas de gestores públicos, poderia servir de base para a inclusão ou não de candidatos na Lei da Ficha Limpa.

O caso de Adib é semelhante ao de Gomide: ele também teve contas de gestão declaradas irregulares pelo TCM. Com esse argumento, o Ministério Público Eleitoral impugnou o registro da sua candidatura, que ainda não foi julgado. Mas como o caso é idêntico ao de Gomide, não há dúvidas de que o registro também de Adib também será indeferido.

Adib foi eleito deputado estadual com mais de 36 mil votos. A decisão que a Justiça Eleitoral adotar sobre Antônio Gomide também vai valer para ele. A previsão é que o julgamento de Gomide ocorra no próximo sábado, em Brasília, mas, dependendo do teor da decisão, caberá ainda recurso ao Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Diário da Manhã

Fim do irismo: derrota de Iris Rezende afunda PMDB em Goiás e finalmente “aposenta” o velho cacique

images|cms-image-000402292

O resultado que muitos peemedebistas já esperavam após o resultado do primeiro turno se confirmou no dia 26 de outubro e Iris Rezende teve sua terceira derrota para Marconi Perillo (PSDB).

Além de perder de novo para o tucano, Iris viu sua mulher, a deputada federal Iris de Araújo, não ser reeleita. Ela obteve votação baixa e nem passou perto do recorde de votos que conquistou em pleitos anteriores. Os dois tropeços enfraqueceram o grupo de Iris, que hoje praticamente não tem defensor dentro do partido.

É consenso entre os peemedebistas que para se renovar e se fortalecer para a disputa da prefeitura de Goiânia em 2016 o partido precisa sair da sombra de Iris. Tanto o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, quanto o deputado federal Sandro Mabel afirma que o PMDB precisa se renovar.

No jornal O Popular deste domingo, Mabel frisa que Iris “cumpriu muito bem a sua missão” e que o partido agora precisa de reinventar. Está claro que esses figurões não veem Iris Rezende liderando o próximo processo eleitoral.

O PMDB ainda precisa resolver a pendência envolvendo Júnior Friboi. O empresário está no partido, mas apoiou a candidatura de Marconi Perillo e criticou Iris de forma dura na campanha deste ano. Até o momento, Friboi não manifestou se vai deixar o partido. Ele processou Iris na Justiça e chega a ser impossível imaginar os dois convivendo no mesmo ambiente.

Fonte: Goiás247

Jornal Opção: Adib Elias deve ser cassado e bancada do PMDB deve perder mais um deputado

images

Se for mesmo cassado, Adib Elias, do PMDB, nem mesmo poderá assumir o mandato de deputado estadual.

Advogados dizem que há duas hipóteses.

Primeiro, se afastado, os votos do peemedebista seriam anulados e, assim, o PMDB, devido ao quociente eleitoral, perderia dois deputados — Adib e Ernesto Roller.

Os tucanos Júlio da Retífica e Daniel Messac seriam eleitos.

Segundo, apesar do afastamento, os votos de Adib Elias seriam mantidos e Roller seria diplomado.

Fonte: Jornal Opção

Vereador Daniel do Floresta diz que blogueiro e diretor da UEG de Pires do Rio, Mamede Leão, é venal e mau caráter

Post quente no perfil do Facebook do vereador Daniel do Floresta.

Sem meias palavras, Floresta chamou o blogueiro e diretor da UEG de Pires do Rio, professor Mamede Leão, de “mau caráter” e “caboclo fácil de comprar – e, pelo visto, até barato”.

A briga promete baixarias dos dois lados.

Confira o post do vereador Daniel do Floresta:

 

10743322_10205296859924787_1974733436_n