Internauta critica Rodrigão por defender Adib Elias e se manifestar contra a violência, mas que bateria na mulher em casa

A internauta Andressa Martins criticou em sua conta no Facebook o vice-prefeito e candidato a deputado estadual derrotado, Rodrigo Carvelo, o bronco Rodrigão.

Segundo ela, Rodrigão vai as todos os lugares fazer a defesa Adib Elias e se manifestar contra a violência, mas teria batido na mulher em casa, o que, apesar dos fortes rumores em Catalão, o blog não conseguiu ainda confirmar.

Indignada, Andressa Martins arremata o post chamando Rodrigão de cara de pau.

Adib, que hoje é defendido por Rodrigão, vivia dizendo na cidade que o vice-prefeito era uma figura desprezível e tinha o cérebro no intestino.

Confira o post da internauta Andressa Martins no Facebook:

unnamed

Política de Catalão volta ao ódio nos tempos do cólera. Adib Elias apanha de César da PC

Captura de Tela 2014-12-15 às 10.59.43

A política de Catalão voltou aos tempos da barbárie, com a agressão de César da PC ao deputado estadual eleito Adib Elias (PMDB).

Adib Elias estaria provocando César da PC há muito tempo. Irritado com as críticas, César da PC reagiu e surrou o peemedebista.

unnamed

Com sua costumeira arrogância, Adib Elias disse que César da PC bateu no maior líder político do Sudeste goiano. Daqui a pouco ele vai tentar apagar Haley Margon e Jardel Sebba da história de Catalão.

Comenta-se, em Catalão, que Adib Elias estaria tentando se passar por vítima, desconsiderando, segundo um jornalista, que sempre criticou César da PC.

O motivo da briga é, além da política, o Crac. Ah, sim, trata de um time de futebol. E não da droga, que, por sinal, é consumida em Catalão.

Fonte: coluna Bastidores/Jornal Opção

 

Jardel repudia no Twitter baixaria de Adib Elias

O prefeito Jardel Sebba (PSDB) lamentou no seu perfil do Twitter o confronto ocorrido entre o superintendente da SAE,, César Ferreira, e o ex-prefeito Adib Elias (PMDB) na reunião do Conselho Deliberativo do CRAC.

Adib tentou agredir César Ferreira, mas acabou levando a pior.

“Repudio qualquer tipo de violência, mas também repudio qualquer tipo de provocação inconsequente”, tuitou Jardel.

Confira o post do tucano no Twitter:

Captura de Tela 2014-12-11 às 10.11.25

 

Baixaria: desequilibrado e prestes a ser cassado pela Justiça Eleitoral, ficha suja Adib Elias tenta agredir César da PC e apanha na cara

unnamed

O ex-prefeito Adib Elias (PMDB) partiu para a ignorância e tentou agredir fisicamente o superintendente  da SAE, César Ferreira, na reunião do Conselho Deliberativo do Crac.  Adib está desesperado com a iminência da cassação do registro de sua candidatura a deputado estadual pela Justiça Eleitoral.

O peemedebista passou boa parte da reunião tentando desqualificar os integrantes do conselho ligados ao prefeito Jardel Sebba (PSDB). Dizia palavras de baixo calão e buscava a todo o momento tumultuar o encontro que visava discutir a participação do Crac no Campeonato Goiano 2015.

Em determinado momento, César levantou-se e pediu respeito, mas não foi atendido por Adib. A reunião ocorria entre doze pessoas.

Ao tentar voltar para seu lugar na mesa da reunião, César deparou-se com o ex-prefeito vindo em sua direção e, exclusivamente para se defender, revidou o ataque.

Integrantes do Conselho Deliberativo presentes na reunião garantem que não era o momento de Adib politizar, mais uma vez, as discussões dentro do time.

César, em entrevista à imprensa, reforçou que não permitira que seu nome e a reputação da administração municipal fossem achincalhados por quem, reiterou, “só promoveu bagunça no time de futebol que está no coração dos catalanos”.

César Ferreira registrou ocorrência policial e apresentou testemunhas dos ataques verbais e das ameaças à sua integridade física feitos pelo ex-prefeito Adib Elias.

O cerco está se fechando para Adib Elias. Mais um ficha suja teve registro de candidato cassado pelo TRE

euripedes-junior-facebook

Suplente de deputado federal pelo Pros, Eurípedes Júnior teve seu registro de candidatura às eleições 2014 negado na noite da última segunda-feira (1º/12) pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO).

Por quatro votos a três — houve empate em três a três, sendo que o presidente da Casa, Desembargador Walter Carlos Lemes, teve Voto de Minerva — decidiu-se pela impugnação do registro, devido à rejeição de contas do então candidato pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM). Sendo assim, todos os 72.781 votos obtidos pelo também presidente do Pros serão considerados “nulos”.

De acordo com o processo, Eurípedes Júnior, que é segundo suplente a deputado federal por Goiás, não poderá ser diplomado no próximo dia 19 de dezembro, quando ocorre a solenidade promovida pelo TRE.

No entanto, a decisão é passível de recurso, que deverá ser protocolado a contar 72 horas após a publicação oficial da decisão, que deve ser realizada às 16 horas desta terça-feira (2/12). Para que ele faça parte do quadro de diplomados, os advogados de Eurípedes deverão conseguir efeito suspensivo ao recurso do TRE no TSE.

O TCM rejeitou as contas do presidente do Pros quando à época ele era presidente da Câmara Municipal de Planaltina de Goiás. Segundo os autos do processo, Eurípedes não apresentou comprovantes de pagamentos de contas de telefone, nem tampouco de horas extras e subsídios a colegas vereadores.

A decisão pode afetar o quadro de deputados federais eleitos por Goiás, já que, caso ele não consiga reverter a situação, o TRE terá de fazer nova retotalização de votos.

Sem posicionamento

O Jornal Opção Online falou com a assessoria do suplente de deputado federal, que afirmou que será necessária uma reunião com os representantes jurídicos para saber quais medidas tomar. De acordo com eles, na primeira vez que o TRE julgou o processo, houve vitória por parte de Eurípedes Júnior por 6 votos a 0. Uma nota-resposta será encaminhada após o encontro.

Fonte: Jornal Opção

Marconi anuncia passe livre estudantil para Catalão

onibus-marconi-620x450

Em ato que comemorou o primeiro ano de vigência do Passe Livre Estudantil na região metropolitana de Goiânia, ocorrido na tarde desta segunda-feira (1º) no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador Marconi Perillo assinou Ordem de Serviço que determina à Secretaria de Governo providências para a apresentação, no prazo de 90 dias, de estudos visando a ampliação do programa a outras cidades do Estado.

A intenção do governo é estender o programa para Anápolis, municípios do Entorno do Distrito Federal, Rio Verde, Catalão, Itumbiara e outras cidades que possuam linhas regulares do transporte coletivo urbano. A extensão do programa a todo o Estado será feita de forma gradual, daí a solicitação, por parte do governador, dos estudos necessários para se aquilatar o impacto financeiro e as fontes dos recursos que irão custear o programa.

“Este não é apenas um gesto ousado desta administração, nem tampouco apenas o cumprimento de um compromisso eleitoral firmado em 2010. Muito mais do que isso, é o resgate de uma demanda e de um direito de alunos e alunas que reivindicam este projeto há muitos anos. Representa a simbologia da praticidade de ações do governo que precisam sair do discurso, da promessa, para a prática, para o pragmatismo, para funcionar efetivamente em favor das pessoas”, disse Marconi.

O prefeito Jardel Sebba disse que o passe livre estudantil é um item importante da parceria entre o Governo de Goiás e a Prefeitura de Catalão. “Isso prova mais uma vez o carinho que o governador Marconi Perillo tem pela nossa cidade”, comentou.

Regina Féliz retorna à base aliada e Jardel passa a ter maioria folgada na Câmara de Vereadores de Catalão

Captura de Tela 2014-12-01 às 16.16.08

A vereadora Regina Félix retornou à base aliada do prefeito Jardel Sebba.

Ela havia rompido com Jardel há cerca de dois meses, mas aparou as arestas e voltou às boas com o tucano.

Com o regresso de Regina Félix, Jardel conta novamente com maioria folgada no Legislativo catalano e consolida a vitória da chapa encabeçada pelo vereador Juarez Rodovalho para comandar a Câmara pelos próximos dois anos.