Euler Belém: “Eleição consolidou Marconi como o político brasileiro que mais inova nas redes sociais. Ele mais uma vez deu aula para a oposição”

Marconi-Perillo-pesquisa1

Em artigo publicado no Jornal Opção online, o jornalista Eulém Belém faz um apanhado sobre a atuação do governador Marconi Perillo nas redes sociais, durante a campanha, e conclui que ser evidente que “o tucano Marconi caminha a passos firmes na modernidade, enquanto o adversário que derrotou, o cacique peemedebista Iris Rezende, vive com os pés fincados no passado”.

Segundo Euler Belém, “a convivência e atuação dos dois candidatos na internet e redes sociais, durante a campanha, evidenciou essa diferença. Marconi deu literalmente um show em cima de Iris Rezende e o peemedebista foi engolido nas redes sociais. A principal novidade de Marconi Perillo nesta campanha foi levar ao pé da letra o conceito de tempo real – fator fundamental e motor da internet”.

O jornalista explica que a a presença de Marconi nas redes sociais foi coordenada pelo seu principal assessor na área, João Bosco Bittencourt: “Foi uma campanha que distribuiu conteúdo em tempo real, e tudo (fotos, textos, notas) transmitido na hora via WhatsApp para apoiadores e a equipe de mídias sociais alimentarem as redes sociais. O resultado dessa cadeia de informação é que Marconi nunca ficava desamparado na internet e sua campanha sempre se mostrou ativa e conectada com o eleitor, diferente da agenda de Iris Rezende, que muitas vezes parecia nem estar em campanha”.

A diminuição da rejeição de Marconi, que foi superado por Iris nesse quesito no final da campanha, e a ampliação da sua liderança nos segmentos jovens da população, conforme mostraram as pesquisas, foi decorrência da utilização das redes sociais – acredita Euler Belém. Ele arremata:

“A eleição deixa o legado de que fazer uma campanha hoje sem estar na rede social é quase que um suicídio político. Ter perfis nas redes sociais não fará ninguém vencer eleição, mas saber usá-los com inteligência e criatividade pode cativar um eleitorado que hoje quer políticos humanizados e conectados com o mundo moderno. Marconi mostrou que sabe fazer e deu mais uma aula para a oposição”.

Fonte: Goiás24Horas

Baixaria punida. Tribunal de Justiça condena internauta que ofendeu prefeito Jardel Sebba nas redes sociais

10334326_474043639395277_2425134936945539804_n-300x292

Olhem no que dá fazer baixaria nas redes sociais:

“A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por unanimidade de votos, negou agravo regimental contra sentença que condenou Ivan Rodrigues dos Santos a pagar indenização no valor de R$ 5 mil ao prefeito de Catalão, Jardel Sebba, por ofendê-lo em sua página no Facebook. O relator do processo foi o desembargador Amaral Wilson de Oliveira (foto).

No recurso, Ivan alegou não existir prova da autoria da ofensa. O desembargador, no entanto, constatou que tal argumento já havia sido discutido em sua decisão anterior. “O agravante nada trouxe que pudesse indicar fato inovador da questão posta, de modo a ensejar a reconsideração pleiteada”, ressaltou.

Amaral Wilson observou que os documentos apresentados foram suficientes para identificar o dono do perfil. Segundo o magistrado, Ivan não demonstrou a responsabilidade de terceiros (hackers) pelas ofensas. “O apelante, mediante cadastro e senha pessoal, é o único que, a priori, possui controle sobre sua conta junto ao Facebook”.

O desembargador entendeu que, no caso, houve publicação de mensagens ofensivas. Isso porque Ivan, em seu perfil, se refere a Jardel como “estelionatário”. Porém, segundo o magistrado, Jardel foi absolvido na ação penal em que foi acusado de cometer o crime de estelionato. Amaral Wilson ainda destacou que, mesmo que o prefeito tivesse sido condenado, ainda há excesso nas palavras publicadas na rede social, como “o inferno lhe espera”. O magistrado, por fim, reconheceu o dever de indenizar já que constatou a existência da autoria e nexo causal de Ivan.

A ementa recebeu a seguinte redação: “Apelação cível. Ação de indenização por dano moral. Cerceamento do direito de defesa. Não configuração. Livre convicção do magistrado. Internet. Facebook. Conduta de terceiros (hacker). Ausência de prova da alegada excludente de responsabilidade. Dano moral decorrente de mensagem ofensiva divulgada na rede mundial de computadores. Autenticidade. Nome do dono do perfil. Dano moral configurado. Dever de indenizar. Valor arbitrado. Sentença mantida. I- Não caracteriza cerceamento de defesa se o magistrado entende que os documentos constantes dos autos são suficientes para a formação do seu livre e motivado convencimento, vez que é o destinatário da prova. II- Não tendo o apelante conseguido provar terem sido terceiros (hacker) que invadiram sua conta pessoal e postaram mensagens ofensivas à honra e reputação do apelado, e ainda, restou demonstrado que ele, mediante cadastro e senha pessoal, é o único que possui controle sobre sua conta junto ao facebook, torna-se, desta forma, responsável pelas mensagens ali divulgadas. III – Assim, face a amplitude das ofensas divulgadas na rede mundial de computadores (internet), e presentes os requisitos necessários ao reconhecimento do dano moral impingido ao apelado, faz ele jus a reparação indenizatória. IV – De acordo com reiterados julgados desta Corte, o agravo regimental não se presta à rediscussão de teses apreciadas no recurso principal, sem a demonstração de elemento novo apto a ensejar a reconsideração do entendimento constante da decisão agravada. Agravo regimental conhecido e desprovido.”

Fonte: Daniel Paiva – Centro de Comunicação Social do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO)

Goiás reelege Marconi, que passa a ser um dos 2 políticos brasileiros a conquistar nas urnas 4 mandatos de governador

marconi-perillo13-620x450

Com uma frente superior a 450 mil votos sobre o candidato do PMDB, Iris Rezende, o governador Marconi Perillo foi reeleito neste domingo com mais de 1 milhão 740 mil votos. Iris ficou pouco acima de 1 milhão 280 mil votos

Marconi passa a ser o segundo político brasileiro a conquistar, nas urnas, 4 mandatos de governador de Estado. O primeiro foi Siqueira Campos, no Tocantins.

Fonte: Goiás24Horas

Adib dá largada à caça às bruxas e afirma que o PMDB “valorizou pessoas erradas” durante a eleição

adib-elias-620x450-1

A derrota do candidato a governador Iris Rezende (PMDB) ainda nem foi ratificada pelo resultado das urnas e a caça às bruxas já começou no PMDB.

Em entrevista à Rádio 730 AM na tarde deste domingo, o deputado estadual eleito Adib Elias afirmou que o partido adotou estratégia errada no interior na campanha deste ano.

“O PMDB valorizou pessoas que já não eram líderes em suas cidades”, disse Adib.

“Nos esquecemos do interior.

Fonte:  Porta730

Prefeito Jardel Sebba denuncia má fé e distorções de Alaor Rodovalho, repórter da TV Anhanguera vinculado ao PMDB de Catalão

10743427_763595920376812_1541951702_n

O prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB), denunciou no seu programa de rádio, que vai ao ar nas manhãs sábado pela Sucesso FM, a veiculação de reportagens tendenciosas na TV Anhanguera.

De acordo com Jardel, o repórter Alaor Rodovalho distorce notícias que envolvem a prefeitura, desinformando a população e deturpando a realidade dos fatos.

Segundo o prefeito, Alaor Rodovalho foi secretário municipal na gestão do Velomar Rios, foi coordenador da campanha derrotada de Adib Elias e tem vinculação com o PMDB.

“Infelizmente, o jornalismo da TV Anhanguera está sendo partidarizado por um repórter declaradamente ligado ao PMDB de Catalão”, disse Jardel.

O prefeito tucano citou como exemplo de reportagem tendenciosa a matéria feita por Alaor Rodovalho sobre o trabalho de máquinas na sua propriedade rural.

Conforme Jardel, máquinas da prefeitura estão na zona rural para recuperar represas que foram rompidas por ordem judicial e cumprem cronograma definido em acordo com os produtores rurais e o movimento camponês.

“As máquinas refizeram a parte destruída da represa da minha propriedade porque foi lá a primeira ação de desobstrução de águas na zona rural de Catalão, mas o repórter, de má fé, omitiu este fato”, observou o prefeito.

Jardel disse que vai encaminhar documento à direção do Grupo Jaime Câmara para relatar as distorções ocorridas na TV Anhanguera em Catalão e pedir providências quando ao uso político na emissora, o que contraria as normas internas da empresa.

Virada à vista: Datafolha mostra reação de Aécio, que está empatado com Dilma. Ibope confirma que diferença entre os dois caiu

aecio

Os números da última pesquisa Datafolha antes do segundo turno da disputa presidencial mostram que Aécio Neves (PSDB) reagiu e empatou com Dilma Rousseff (PT) dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais. Dilma aparece com 52% e Aécio, 48%.

Vale lembrar que o levantamento foi concluído na manhã deste sábado e não captou integralmente a repercussão do debate realizado na sexta pela TV Globo, no qual Aécio se sobressaiu.

O instituto Ibope também divulgou uma pesquisa que mostra que a diferença entre os dois postulantes ao mais alto cargo da República diminuiu. Oito pontos os separavam, e agora são seis. Em votos válidos, Dilma tem 53% e Aécio 47%.

Se confirmadas as tendências detectadas pelos dois institutos, teremos uma virada histórica neste domingo.

Fonte: Goiás24Horas

Iris fecha sua campanha com desfile fúnebre ao lado do pior prefeito da história de Goiânia, Paulo Garcia

iris-ouro

A campanha de Iris Rezende terminou neste sábado do mesmo jeito que começou: sem graça e sem força. Os peemedebista já estão entregues desde o começo da semana e reconhecem a vitória de Marconi Perillo.

O encerramento fúnebre da campanha irista ganhou um componente interessante durante a carreata na Capital.

Adivinhem quem apareceu? Sim, ele mesmo. Paulo Garcia (PT), considerado o pior prefeito da história de Goiânia.

Iris escondeu o colega a campanha toda para não queimar o filme devido à gestão pífia que Paulo faz na prefeitura.

Mas, no último dia a margarida apareceu. Um belo encerramento e que mostra bem o que foi a campanha irista em 2014.

Fonte: Goiás24Horas